A Coordenação do Curso de Agronomia parabeniza o Prof. Dr. Leandro Luiz Marcuzzo e sua equipe de pesquisa pela Produção Científica, motivo de orgulho para nós do IFC-Campus Rio do Sul.

Para conhecimento:

São mais de 150 trabalhos (artigos, livros, capítulos de livros) produzidos e postados chegaram a mais de 30.000 visualizações (5000 foram nos últimos 6 meses e 10.000 nos últimos 12 meses) leituras por instituições de ensino e pesquisa, públicas e privadas, além de empresas no RESEARCHGATE (rede social de cientistas e pesquisadores) no site https://www.researchgate.net/profile/Leandro_Marcuzzo.

O livro Manual de boas práticas: guia para sustentabilidade das lavouras de cebola do estado de Santa Catarina esta com 3266 acessos de leitura; o livro: Sistema de produção integrada para o tomate tutorado em Santa Catarina com 3655; o artigo: queima bacteriana em cebola com 2313; controle do mofo preto com 2750 e controle das principais doenças da cebola com 1874 acessos.

Além do Brasil, os países que mais leram foram Moçambique, Angola, Portugal e África do Sul

Mas foi lido por mais de 130 países. Na África por Marrocos, Egito (teve questionamentos) Guiné, Etiópia, Costa do Marfim, Botsuana, Líbia, Ilhas Canárias, Argélia, Nigéria, Gana, República do Congo, Lesoto, Suazilândia, Senegal, Sudão, Cabo Verde, Niger, São Tome e Príncipe, Camarões, Giné-Bissau, Zimbábue, Tunísia, Benin, Tanzânia, Quênia, Namíbia, Uganda

No oriente médio por Israel, Irã (destaque), Iraque, Síria, Iêmen, Arábia Saudita, Catar, Bahrein, Líbano, Omã, Emirados Árabes

Na Ásia e Oceania por Turquia, Rússia, Afeganistão, Uzbequistão, Paquistão, China (destaque), Taiwan, Tailândia, Laos, Japão, Nova Zelândia, Austrália, Timor Leste, Índia (destaque), Indonésia, Filipinas, Singapura, Coreia do Sul, Malásia, Mianmar, Sry Lanka, Bangladesh, Ilhas Marshall, Malásia, Hong Kong, Mongólia, Camboja, Nepal, Polinésia Francesa

Na Europa por Espanha, França (destaque) Itália (teve questionamento) Alemanha, Grécia, Croácia, República Tcheca (destaque), Noruega, Finlândia, Suíça, Estônia, Reino Unido (toda semana tem leitura), Holanda, Polônia, Ucrânia, Bélgica, Áustria, Romênia, Dinamarca, Hungria, Luxemburgo, Irlanda, Bulgária, Chipre, Albânia, Eslováquia, Bielorrússia, Lituânia, Malta, Estônia, Servia, Moldávia, Eslovênia, Georgia

Na América do norte por EUA (destaque, toda semana tem leitura), México e Canadá

América central – todos, com destaque para Costa Rica, só não foi aquelas ilhas do caribe que são paraísos fiscais e não vive de agricultura

América do sul – todos

É a repercussão mundial dos resultados de projetos de pesquisa produzidos no campus e no IFC junto com os alunos, integrando o que aprendem nas disciplinas (ENSINO), a PESQUISA que é feita na área e a EXTENSÃO através da divulgação dos resultados junto a eventos e palestras e nesse site e/ou Lattes através das publicações para a cadeia produtiva agrícola e diretamente aos agricultores.

Obrigado Prof. Dr. Leandro Luiz Marcuzzo por estar conosco, por liderar este trabalho magnifico e suas contribuição no ensino, pesquisa e extensão, engrandecendo o Curso de Agronomia do IFC-Campus Rio do Sul.

Publicado em Sem categoria | Comentários desativados em A Coordenação do Curso de Agronomia parabeniza o Prof. Dr. Leandro Luiz Marcuzzo e sua equipe de pesquisa pela Produção Científica, motivo de orgulho para nós do IFC-Campus Rio do Sul.

Ensaios de máquinas e implementos agrícolas

Para se racionalizar as operações agrícolas mecanizadas, é necessária a caracterização das operações, a maneira de executá-las, a ordenação cronológica em função das condições climáticas e das fases de desenvolvimento das plantas e a seleção de tratores e equipamentos para que as executem da melhor maneira, na área disponível e no tempo estabelecido. Com base nessas características, a análise energética visa obter o máximo de rendimento útil dos conjuntos motomecanizados disponíveis, com o mínimo de dispêndio. O objetivo deste projeto será avaliar o desempenho energético de tratores agrícolas de diferentes potências nominais, diferentes configurações de pneus e pressões de inflação e diferentes adequações de peso (lastro) em diferentes condições operacionais quanto aos implementos e máquinas acoplados aos tratores. Serão determinados e avaliados os valores de eficiência dos conjuntos motomecanizados: patinagem dos rodados, consumo de combustível e força de tração sendo também realizada uma análise econômica quanto as variações de adequação dos conjuntos. A finalidade é mostrar a sociedade o quanto a adequação dos tratores em função do tipo de operação realizada reverte em economia nas atividades mecanizadas. A pesquisa será conduzida, a princípio, dentro do Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul através da análise energética das diferentes configurações dos tratores em função das máquinas e implementos, com auxílio de alunos do Ensino Técnico e Curso de Engenharia Agronômica. Poderão ser realizadas avaliações em conjuntos motomecanizados de agricultores da região do Alto Vale do Itajaí, afim de contribuir com a maximização da eficiência energética das operações mecanizadas nestas propriedades.

Prof. Dr. Fabrício Campos Masiero; Professor – Máquinas e Mecanização Agrícola – Laboratório de Mecanização Agrícola – LabMec; Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul; www.ifc-riodosul.edu.br; Fone: (47) 3531-3700 – Ramal: 728

Publicado em Sem categoria | Comentários desativados em Ensaios de máquinas e implementos agrícolas

Agricultura de Precisão – mapa de produtividade

O objetivo deste trabalho foi avaliar a produtividade e viabilidade econômica da cultura do milho em sistema de agricultura convencional e de agricultura de precisão em função da variabilidade espacial dos atributos químicos do solo como: NPK, caracterizado pela geração de mapas de isofertilidade e produtividade. O trabalho foi realizado em uma área produtiva do Instituto Federal Catarinense Campus Rio do Sul – SC de 10.000 m2, dos quais 5.000 m2 correspondia agricultura de precisão (AP) e a outra parte consistia em agricultura convencional (AC), a área de agricultura de precisão foi subdividida em gridis de amostragem, perfazendo 1 ponto amostral a cada 278 m2 totalizando 18 pontos amostrais georreferenciados, utilizando-se o programa GS+ para a confecção dos mapas. Os valores médios de produtividade apresentaram diferenças significativas entre os sistemas comparados, sendo que houve variabilidade nos atributos do solo entre as áreas avaliadas do experimento. As analises realizadas através de mapas temáticos permitiram observar que as quantidades de N, P e K se mostraram diferentes no sistema agricultura de precisão com uma variabilidade espacial dos atributos do solo grande entre os próprios gradis de amostragem de agricultura de precisão, já, no sistema convencional não foi considerada a variabilidade, utilizando valores médios da amostragem do solo.

Prof. Dr. Fabrício Campos Masiero; Professor – Máquinas e Mecanização Agrícola; Laboratório de Mecanização Agrícola – LabMec; Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul; www.ifc-riodosul.edu.brFone: (47) 3531-3700 – Ramal: 728

Publicado em Sem categoria | Comentários desativados em Agricultura de Precisão – mapa de produtividade

Avaliação de perdas na colheita

O objetivo do trabalho foi realizar a avaliação quantitativa do índice de perdas de grãos, na colheita mecanizada de arroz, posteriormente dialogar com os agricultores, repassando informações técnicas para alteração das regulagens internas da colhedora, visando diminuição do índice de perdas, trabalho sendo realizado na região do Alto Vale do Itajaí – SC. A execução do trabalho, é de grande relevância para os produtores de arroz da região, no qual, dentre os cereais mais cultivados no sul do Brasil (soja, arroz, milho e feijão), o arroz, é o que mais gera perdas na colheita mecanizada, sendo em torno de 12,6%, esse alto índice negativo, ocorre devido à pouca importância, por parte dos agricultores, quanto as perdas na colheita do cereal, essa irrelevância ocorre devido à dificuldade de regulagem e diagnostico da quantificação das perdas, prioritariamente devido as características fisiológicas da cultura, e também a falta de orientações técnicas aos operadores de colhedoras.

Prof. Dr. Fabrício Campos Masiero; Professor – Máquinas e Mecanização Agrícola; Laboratório de Mecanização Agrícola – LabMec; Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul; www.ifc-riodosul.edu.brFone: (47) 3531-3700 – Ramal: 728

Publicado em Sem categoria | Comentários desativados em Avaliação de perdas na colheita

Inspeção periódica e calibração de pulverizadores na região do Alto Vale do Itajaí-SC

A importância de avaliar as condições dos pulverizadores é a diminuição no custo de produção e da contaminação ambiental. O objetivo deste trabalho foi avaliar o estado de pulverizadores de barras montados em tratores agrícolas na Região do Alto Vale do Itajaí, identificando o estado de conservação e uso dos mesmos, podendo ajudar em novos investimentos para uma manutenção e uso adequados destes equipamentos no sentido de contribuir com a redução de custos e contaminação ambiental pelo menor consumo e menores perdas associados a uma maior eficiência das pulverizações. Os resultados evidenciaram que os pulverizadores avaliados, em sua maioria, não estavam adequados para o trabalho, sendo que em virtude dos defeitos detectados poderão ocorrer problemas nas aplicações ou acidente com o equipamento.

´Prof. Dr. Fabrício Campos Masiero; Professor – Máquinas e Mecanização Agrícola; Laboratório de Mecanização Agrícola – LabMec; Instituto Federal Catarinense – Campus Rio do Sul; www.ifc-riodosul.edu.br; Fone: (47) 3531-3700 – Ramal: 728

Publicado em Sem categoria | Comentários desativados em Inspeção periódica e calibração de pulverizadores na região do Alto Vale do Itajaí-SC